Integrando o feminino
Inicio essas linhas parabenizando as mulheres do grupo onde me incluo, estendendo esse carinho ao feminino que habita cada homem querido que estiver lendo essa mensagem.
Há uns anos recebi um chamado de olhar mais profundamente para essa energia ancoradora e curativa que se derramou em Gaya, para acolher e fazer ressurgir o amor e acolhimento desse aspecto sagrado da Divina Mãe presente em todos nós.
Vemos que as nossas vidas estão sendo transformadas a cada alento e tudo se apresenta com um ritmo acelerado. Todos estivemos cansados em alguns momentos, chegando a desacreditar na cura, em maior consciência e amor àqueles que ainda dormem. Mas foram momentos apenas, nos altos e baixos do pensamento linear dessa realidade.
Agora que estamos alavancando as estruturas cristalinas de nosso ser puro, podemos celebrar os milhares de estímulos oriundos de nossa ancestralidade e auxiliar com toda a gratidão conferida a nós, os mensageiros do amor nessa Terra, e em honra a eles poderemos desfazer essa onda de recorrentes lutas pelo poder, massacres aos inocentes e abusos de qualquer natureza.
Estive num lugar onde fiz parte do círculo de sacerdotisas e fui a 12°. Para me incluir ao círculo fui chamada por Abhayada,( quer dizer, destemida. Esse é o meu Deksha, nome espiritual oferecido diretamente a mim pela Mataji, Amritanandamayi ,Amma, em 2008 num encontro direto com ela.) Depois veio a força feminina,representando a 13° portanto 13 pilares. Essa força foi derramada em cada uma das 12 mulheres ali convocadas, que puderam ir ao centro do círculo recebê-la. Eu não tenho como descrever esse momento, só posso dizer que foi único e potente. Aconteceu no plano espiritual, numa outra dimensão. Por projeção astral onde fui conduzida por uma vestal e guardiã. Depois disso me dediquei ainda mais aos estudos e ao trabalho de contribuir com essa força sagrada, espalhando energias nutridoras e curativas através de encontros reservados, retiros com amigas amadas, com o Vida de Deusa e com informações unificadoras e conscientes.
Sou uma estudante e não possuo nenhuma peculiaridade que possa transpor qualquer irmão ou irmã encarnados. Estamos juntos nesse estudo tão precioso! Eu aprendo e me percebo numa roda linda de mãos dadas com todos dessa Terra. Eu visualizo assim, em unidade. Esse é o propósito do feminino em nós. Não separar, unir, nutrir e despertar.
Na antiguidade, as deusas gregas representaram virtudes que carregamos em nosso registro. Todos, homens e mulheres somos tocados profundamente se observarmos esses arquétipos. Despertamos algo antigo e belo ao ver, ou fazer uma arte, por exemplo. No relacionamento com a mãe, com todo o feminino expressado,essas virtudes nos tocam intimamente.
O poder de criar e prosperar, o poder de elevar a energia sexual ao nível mais puro de unidade com o Todo, o poder de gestar e criar seus filhos, o poder de dar ao homem a sua força para seguir seus projetos e obter mais sucesso, o poder de ir aos ambientes mais sombrios de seu íntimo e curar as suas feridas…
Eu tenho revisitado cenas de ancestrais indígenas sendo condenadas a morte, sofrendo horrores e eu tenho feito um trabalho para desfragmentar e em honra a todas elas, liberar essa energia de dor e repressão que esteve presente até hoje, em minha memória celular.
De Janeiro de 2021 para cá vem sendo ainda mais intenso. Isso tem ligação com a mudança dimensional na qual estamos ultrapassando. Aleluia!!!
Um exercício diário de liberação de dores acumuladas:
Olhando de frente para tudo isso, ao mesmo tempo, olhando para a sua dor mais profunda, sendo homem, sendo mulher, acolha e autorize ela existir, é o primeiro movimento para a sua liberação. Eu lhe vejo dor, você pode ficar… ame e veja o que a força feminina presente em você poderá fazer.
Para evitar a dor, expulsamos, ou escolhemos mudar o foco, escondendo e postergando um momento de cura sagrada com o feminino.
O ato de excluir traz alguma compensação no futuro, talvez até maior.
Se escute, se acolha, se nutra de boas vibrações e quando encontrar dores e maldades nesse orbe, receba e veja com o seu coração, sua porção feminina.
O masculino é tão rico quanto o feminino.
Ambos estamos dançando com essas forças sagradas e precisamos usar essas habilidades para a nossa comunhão!
Um homem que incorpora o feminino escuta sua mulher. A mulher que incorpora o masculino, tendo incorporado bem o feminino também pode mudar a estrutura patriarcal e pesada que os homens trouxeram em honra aos seus antepassados, que em sua encarnação aqui, de forma inconsciente sentem-se estranhos diante de algumas situações, por estarem engajados com essas energias e ao mesmo tempo, tomados por uma vontade imensa de ressignificar tudo isso.
As mulheres que incorporaram o feminino e lidam com o masculino delas NÃO estão reativas ao masculino, elas vão pelo caminho mais puro, nenhum egoísmo para forjar uma ruptura, apenas um olhar profundo aos que vieram antes desse homem e que desejam ser amados e acolhidos. Ela sabe levar o homem ao lugar puro de origem. No colo da Divina Mãe.
Todos os movimentos de luta contra os homens parece ser um massacre as nossas antepassadas aos olhos de quem observa com o feminino sagrado.
O masculino presente nessas mulheres é maior que o seu feminino.
A energia de ir para a vida, lutar por algo, é masculina. Ela faz parte de nossos movimentos de sobrevivência, mas quando temos energia masculina com masculina, o que acontece? Leões disputando um espaço!
Se cada um incorporar feminino e masculino, homens e mulheres teriam a liberdade e o espaço para criar e manter suas vidas em harmonia.
Entretanto, o que podemos ver na sociedade é luta por poder, por espaço. Há muito o que refletir sobre isso.
Mulheres reflitam. Homens reflitam, nós possuímos essas duas forças gloriosas e podemos ver além dessas guerras culturais que ainda pulsam.
Existe um elixir que podemos tomar para curar todas as feridas do patriarcado e matriarcado.
Esse elixir é o Amor da Mãe que nutre cada um de nós, que nutre a nossa mãe, avós e demais antepassados.
Nutrição e acolhimento por você e por todos os nossos irmãos de almas e fractais de alma presentes nessa Terra. Planeta que é escola para amar as diferenças e as dificuldades.
Vamos celebrar a oportunidade de estarmos aqui em honra a todos , fazer a diferença utilizando o poder oculto da unidade na diversidade presentes em nós e ofertado pelos nossos avatares.
Sananda ainda ancora essa energia em nós. Vamos recebendo e firmando cada um seu voto de alma.
Um lindo dia em comunhão com o feminino liberando com amor os registros akáshicos relativos aos bloqueios dos egos.
Jay Ma!
Katia Erbiste
Aprendemos com as dificuldades. Imagine só. Você fica de que tamanho diante das dificuldades? Ao mesmo tempo existe uma força interior que se levanta e olha para essa dificuldade, se você se permitir não se encurtar diante dela e suportar, concordar e agir com dignidade.
Eis uma dinâmica que se aplica a todos nós.
No épico Bhagavad Gita, Arjuna conversando com o primo Krishna se mostra antes da batalha começar, derrotado diante de um exército oponente cheio de conhecidos e parentes, enquanto que em seu exército havia também muitos amigos e parentes. Houve muito conflito interno sobre como agir diante disso, onde não havia mais nenhum meio de recuar. Ali ele ficou diante de todos os seus conflitos, chorou muito, viu suas projeções, as diversas formas de controle que não mais faziam sentido manterem-se erguidas. Ali o véu estava sendo removido com a sabedoria do primo Krishna, e ele escolheu parar de fugir e enfrentar as suas dores, se erguendo e olhando de frente para tudo como estava se apresentando.
Nossas emoções nós carregamos nas costas se assim desejarmos, ninguém estará segurando para você. As projeções, imagens que criamos das pessoas aliadas as emoções são como véus. Se tudo está em constante movimento, qual é o valor de parar no ponto de vista e cravar uma estaca no próprio coração?
Quando olhamos de frente e paramos de tornar as impressões tão reais, deixaremos de fugir, de fraquejar, levantaremos e olharemos o exército oponente. Avançaremos para lidar com tudo o que esteve escondido, mascarado.
Krishna disse a Arjuna: “Levante e Lute!”
Erga a sua coluna em meditação e utilize a espada do saber para ceivar(curar) de sua ignorância. *O que é ignorado , aumenta de tamanho. O que é excluído volta denovo e denovo…
Essa luta é um símbolo de dignidade, onde deixamos de ter que agradar as nossas próprias imagens distorcidas das pessoas e situações ,e por maior que seja esse engano, é uma oportunidade de despertar. Aqui é o amor que vê. Sem distorções.
Por isso as dificuldades são como verdadeiros mestres até que nenhum oponente precise estar do outro lado esperando um acerto com você.
Deixemos de viver com óculos coloridos.
Encarar de frente a quem nos trouxe desafios é ser adulto e não mais crianças esperando a proteção da mãe e do pai.
Levantar e lutar é um gesto nobre e maduro diante da vida.
Mais uma vez reforço que lutar não é contra a vida, não é usar a violência, tem outro fundamento, é uma batalha a favor da vida, a favor da verdade, a alegoria da batalha serve de ensinamento para que ultrapassemos os medos que foram trazidos e implantados ao longo da vida.
Que distorceram imagens dos avós para os pais, dos pais para o filho e demais gerações.
Por isso mostra amigos e parentes do outro lado.
Excluir e fugir é infantil. Encarar e suportar , olhar e curar é o meio adulto.
Observe nesse vídeo a dor dos dois, as projeções dos dois , e o que ambos fizeram com o que aconteceu.
Observe um menino e um adulto.
E o que o amor que vê é capaz de movimentar.

Abraços
Kátia Erbiste ❤️
As Variações Energéticas
Estamos diariamente transitando em camadas, como estágios ou andares de um edifício.
Podemos visualizar melhor sob essa perspectiva.
Assim, nos permitimos transitar em lugares interessantes e leves, como também em lugares densos e confusos. Todas essas oscilações tem ligação direta como seu gradiente energético.
O seu gradiente energético varia de acordo com a sua atitude mental que funciona como o daio do rádio escolhendo a estação que mais se adequa a uma frequência, e esta pode mudar em segundos através de sua escolha.
E por que estou dizendo isso?
Estamos numa fase de mudanças profundas no aspecto cognitivo, revisitando lugares que trazem uma cura para quem tiver olhos para enxergar e espaço seguro para acolher. Lembra que falei de Kshanti num outro texto? Se você não  teve acesso está aqui os links  https://katiaerbiste.com.br/kshanti/   https://katiaerbiste.com.br/sobre-dar-e-tomar/
Treinar essa habilidade nos dá maior leveza ao se deparar com essas estações, pois em alguns casos a identificação e possível aversão podem tornar algo que estava a ponto de ser ressignificado e ou liberado, mais sólido e dolorido.
Como numa transcomunicação por rádio, “eu já fiz várias”, escutamos vozes de diferentes estações no campo. São contatos interdimensionais, que através de ondas de informações, conversamos com outros seres.
*Pesquise sobre Sonia Rinaldi, autoridade brasileira no assunto.
Nikola Tesla iluminou o caminho para esses conhecimentos, onde podemos desbravar novos horizontes e expandir a visão no que tange o caminho do ser.
Somos seres multidimensionais e captamos muito além do que a mente pode conceber.
Olhe para si e note onde está, em que camada, ou faixa de tempo estaria com essa identificação? Em qual estação estaria emaranhad@? Perceba somente a energia, se é compressora ou expansiva?
Quais links magnéticos estaria escolhendo ter com os outros nessa camada? Veja se isso expande ou não?
Note que variamos a energia e tudo tem ligação com as ondas mentais.
Quando você perceber que entrou numa estação pesada, ou teve um sonho forte e acordou pensando, olhe e reconheça o seu gradiente energético. Seu inconsciente traz informações também, observe e reconheça, mas evite se fixar nesses flashes mentais.
Uma dica é ouvir mantras, músicas elevadas também são muito boas para mudar a conexão.
De acordo com esse gradiente energético, funcionamos como um ímã e atraímos mais informações. Muitos criam a realidade que não querem pela cola que são os implantes, tais como: tristeza, raiva e medo.
Observe nessa camada em que estiver, quais são os envolvidos e mude de faixa só ao reconhecer e ver, sem criar impedimentos com a conversa interior.
Não paralise sua energia no mesmo lugar, volte para o ponto em que você entra no coração em sintonia elevada e desse espaço seguro você pode ver e soltar o link magnético quando este for degenerativo.
Podemos sempre agradecer cada movimento da vida.
Todos os fenômenos são reflexos de nossas alterações frequenciais. Podemos lembrar de algo para ser liberado.
Enquanto escrevo veio muito forte a orientação para olharmos além do véu.
Observar e saber que tudo é Anica.(*leia-se anitia) Que significa impermanência.
Tudo está em movimento e mudando constantemente, mais uma vez reforçam que não fiquemos presos a formas-pensamento e saibamos migrar para outros estágios.
Um fraterno abraço
Gratidão ❤️
Kátia Erbiste

Olá, bem vind@! Abaixo estarei explicando sobre as ferramentas vibracionais e de evolução de consciência que ofereço.

***

Tameana

Essas sessões podem ser Presenciais ou à distância.

Salush Nahí – Primeiro nível

Trabalha-se com os cristais em uma estrutura triangular e códigos de ativação de frequências. A prática consiste em uma estrutura simples de trabalho, mas com uma enorme capacidade de condensar grandes quantidades de energia e direcioná-las com precisão segundo a escala vibracional com a qual se irá trabalhar e os Chakras.

Uma sessão de Tameana é um trabalho profundo e de mobilização em todos os aspectos: físicos, emocionais e de ampla abertura no plano espiritual. O tempo aproximado de uma sessão é entre 60 minutos e  90 minutos.

Cada pessoa e cada sessão são únicas.  A intensidade de vibração gerada pode e vai variar.  O grau de abertura e de impacto vivenciado a cada sessão é único, pois cada processo de alinhamento feito repercute sobre todos os planos existenciais da pessoa.

 

 Sessão 2 –  Ma`at. O ideal ter feito a sessão Salush Nahí – Nível 1

O nível seguinte de Tameana é denominado de Ma’at. Essa técnica vibracional tem como objetivo que nosso Ser entre em contato com cada aspecto existente em nós e que isso se reflita em tudo que nos rodeia. È um portal que abre nossa consciência para o fluxo natural do Universo. Nos alinha com os processos de transição planetária gerando assim uma sincronização com as transformações que estão ocorrendo no momento.

O corpo passa a ser o canal para que a energia flua. Trabalha-se com uma estrutura hexagonal, aprende-se a projetar o corpo a distintos lugares e a sintonizar-se a uma frequência. O ensino é através de iniciações para que o coração se abra à consciência e compreensão, e a conexão com a energia Pleiadiana possa ir se desenvolvendo.

 

Sessão de Origens. Você pode escolher iniciar o seu contato com essa energia através dessa sessão que pode levar 1:00 à 1:30 min , isso dependerá da sua leitura energética. * Talvez você tenha que receber também o Salush Nahi nível 1 de Tameana.
A primeira técnica canalizada por Juan foi o Origens, nessa técnica é feito uma energização intensa na glândula timo, libera os bloqueios das emoções, nos conecta novamente com a nossa
essência.
Nesta prática, facilitada pela frequência Pleiadiana, nos centramos na abertura de caminhos da energia baseados nas capacidades inatas de nosso corpo multidimensional que nos prepara para a
ascensão.
Guiado pelos mestres Pleiadianos, se mostra o caminho para a aceleração de nossa experiência espiritual e emocional – preparando este trajeto para a ativação do terceiro e quartos filamentos
do DNA, despertando o nosso Corpo de Luz.
Todo o corpo de energia, os chakras e seus correspondentes sistemas glandulares (em particular, a glândula pineal e o timo) – todos os aspectos da existência no mundo e da matéria estão a ponto
de mudanças (e em nós o despertar), eles estão ansiosos em acelerar esses processos.

 

Sessões para crianças ou adultos 

Cura da Criança Interior – Essa sessão te convida a uma jornada interna de conexão e vivência vibracional. Aqui usamos símbolos que permitem trabalhar a cura em crianças, se for com adultos, em nossa criança interior .

Você pode agendar através desse whatsapp 21 998863008

 

Sessões à partir de 100,00, consulte pelo whatsapp
Pacotes especiais de 3 ou mais sessões com desconto!

 

Meu relato pessoal com as minhas experiências:
Posso dizer que essas vibrações são repletas de profunda amorosidade e leveza, onde podemos nos entregar verdadeiramente.
Meu corpo recebe muito bem e percebo uma grande mudança a nível mental, emocional.

Aumentou a minha percepção, a serenidade mental, a conexão telepática e percepção da energia.
Observo mais tudo que se movimenta em meu mundo, isso me dá maior autonomia, partindo de minha consciência de testemunha, me coloco mais ativa e ao mesmo tempo mais presente diante de todas as tarefas do dia a dia.
Essa liberdade e amorosidade é a nossa herança, todas às vezes que atendo ou me auto aplico sou levada ao espaço de profunda paz e conexão. Muito mais silêncio e inspirações divinas.

Recomendo.

 

Cursos de Tameana

Se você deseja aprender essas técnicas e contribuir com muitas pessoas, entre nesse link e veja as informações e próximas datas. https://forms.gle/2XD144VKgK2kAJ4V7

 

***

PRESENCIAIS

Atendimentos Presenciais com as Ferramentas de Access ConsciousnessTM

Barras de AccessTM

As Barras de Access são 32 pontos de energia que ao serem tocados em sua cabeça descarregam as informações armazenadas que atuam como impedimentos para a criação de uma realidade diferente. As memórias, considerações, traumas, aquela voz em sua cabeça que não pára… são muitas informações como estas que armazenamos.
Como seria conhecer as Barras e começar contribuindo com você e abrindo mais espaço para novas possibilidades?
Facelift EnergéticoTM
Quantas moléculas você poderia alterar para ser você algo mais grandioso que você está disposto a ser?
O procedimento utiliza energias para levantar e rejuvenescer o rosto, mas também pode criar EFEITOS similares no CORPO TODO quando feito repetidamente, pelo menos 20 vezes e de forma permanente. Isso tudo apenas com toques estratégicos que são feitos de FORMA NUTRITIVA no rosto e no pescoço.
Entre em contato com mais de 27 energias do Facelift Energético e presenteie o seu corpo. Aumente a sua conexão com o seu corpo e melhore a sua qualidade de vida!
E se você escolhesse acessar o saber do seu corpo e liberar os pontos de vista que criam envelhecimento e entropia?
E se a idade fosse somente um ponto de vista?
Como seria a sua vida se você iniciasse as sessões permitindo ao seu corpo mobilizar as moléculas e alterar as energias que  refletem em sua conexão mente corpo e altera a sua própria realidade não só fisicamente, mas também alterando a sua visão sobre a sua realidade, expandindo o seu poder criativo. Você muda o seu corpo e sua vida!

Processos Corporais de Access ConsciousnessTM

Deixem os corpos saberem o presente que eles são e eles serão um presente para você.”
A melhor forma de conhecer o presente que os corpos são é através do reconhecimento e da honra.
É dar espaço para eliminar o que não serve mais, usando os processos corporais e finalmente ATUALIZAR as habilidades que esquecemos ter.

Você está disposto(a) a expandir com o seu corpo?

Sinfonia de Possibilidades – SOP

Está dispost@ a receber essa maravilhosa energia liberando todas as expectativas, definições, conclusões, separações, linearidades e julgamentos e assim abrir espaço e consciência para ser , saber e criar mais em seu mundo? É muito expansivo, requer apenas que você seja a permissão para essa energia de transformação. Você escolhe harmonizar e orquestrar as camadas  e as moléculas em seu campo? O SOP é para você.
Sessões de 30 min ou 1 hora. Informação whatsapp *esse atendimento pode ser feito à distância ou presencial.

 

Processos verbais
Uma sessão onde durante 1 hora e 20 min você explodirá tudo o que estiver sustentando de ilusório, de projeções, e demais impeditivos criados por você em seu sistema. Uma oportunidade de ganhar maior consciência sobre um assunto sob a ótica do Access.

Essas sessões podem ser realizadas por vídeo conferência ou presencialmente.

Sessões  à partir de 120,00 *Pacotes especiais com desconto.

Informe-se: 21 998863008 whatsapp

Agenda de Cursos de Access ConsciousnessTM atualizada 2021 

https://katiaerbiste.com.br/agenda-katia-erbiste/

Marque a sua sessão! 

 

Cursos de Access ConsciousnessTM
Site com a agenda atualizada 2021

https://katiaerbiste.com.br/agenda-katia-erbiste/

 

Todos os meus principais canais, sites e grupos nesses links

Acesse https://linktr.ee/criandoexpansao

Acesse https://linktr.ee/Kamomillas

 

AGENDA ATUALIZADA-

Classes de Access Consciousness® com Kátia Erbiste CF de Access Consciousness® * links com informações ao lado de cada Curso.

Próximos cursos:

O Endereço das classes serão informados com o preenchimento no formulário, assim você receberá uma notificação por email e celular com maiores informações até a classe. Seja bem vind@!

 

✨Formação em Facelift Energético® https://forms.gle/9FWcq8ZdcAkiHNLu9

✔️ Curso Facelift Energético em Nova Friburgo

E se você escolhesse acessar o saber do seu corpo e liberar os pontos de vista que criam  envelhecimento e entropia?
E se a idade fosse somente um ponto de vista?
Como seria a sua vida se você iniciasse as auto aplicações e também pudesse oferecer essa maravilhosa ferramenta as outras pessoas?

➡️ 25 de abril de 2021

 

✔️ Curso de Barras de Access Rio de Janeiro

Casa Ina em Botafogo

As Barras de Access são 32 pontos de energia que ao serem tocados em sua cabeça descarregam as informações armazenadas que atuam como impedimentos para a criação de uma realidade diferente. As memórias, considerações, traumas, aquela voz em sua cabeça que não pára… são muitas informações como estas que armazenamos.

Como seria conhecer as Barras? Começar contribuindo com você e assim com muitas pessoas?

Informações neste link   https://forms.gle/Y18DMWKS67YWuoyYA

➡️ 17 de abril de 2021

 

Curso O Fundamento® ONLINE para quem estiver em outras regiões Acesse todas as informações sobre esse curso no link  https://forms.gle/MYvmww8gaxAFWzsr5

Classe transformadora, pré-requisito 1 classe de Barras

➡️Dias 12 à 15 de abril 10:30 as 18:30 horas (4 dias)

 

Essa classe traz uma visão ampla e faz desmoronar as suas fundações, seus apoios no certo e errado das coisas, nas conclusões racionais do Ser pensante.  Consciência é a sua maior riqueza. Essa classe dá muita clareza sobre os seus processos mentais, os esquemas de luta e fuga que precisou usar para sobreviver na própria realidade que você criou. Ela pode contribuir para você ver fora dos medos e julgamentos que norteiam a sua realidade criada. O que você vem criando como a sua realidade?
Escolha mais por você! Receba essas ferramentas e revele o seu saber infinito.

 

 

✅Você escolhe levar esses cursos para a sua cidade como Co-criadora? Quer saber mais? Entre em contato 21 998863008 whatsapp

Em Breve mais datas, como pode ser mais expansivo??

Grupos e muita contribuição para você, conheça o trabalho da facilitadora

Acesse https://linktr.ee/criandoexpansao

Acesse https://linktr.ee/Kamomillas

 

 

 

“A mente é como um rádio mental, a frequência sobre a qual estamos sintonizados revela a qualidade das ondas sonoras do pensamento, da palavra e da ação. Emitimos essas ondas energia, e as espalhamos pelo éter, atraindo para nós uma frequência relativa. Estamos num continuo movimento de elevação e queda de frequências porque quase sempre nos mantemos como personagens da novelinha de nossas vidas.

A mente manas, organizadora e condicionada, nos mantém numa frequência AM, enquanto que a mente discriminativa, buddhi nos conecta com a consciência, e nos coloca na frequência FM, canal através do qual podemos sintonizar com a inteligência divina, a maior frequência disponível aqui e agora.

Os sentidos sensoriais abrem as portas para uma investigação minuciosa das impressões interiores, e quando voltamos às antenas dos sentidos para dentro, expandimos a percepção e desenvolvemos sakshi, a consciência de testemunha capaz de identificar o pensamento em sua raiz e discriminar em qual frequência permanecer. A frequência AM está ligada ao EGO, Ahamkara, já a frequência FM está ligada a ALMA ou Atma.

Você pode escolher qual será a frequência que comandará a sua nave corpórea através das antenas dos sentidos sensoriais e qual será a qualidade do combustível de observação dessas impressões trazidas para dentro do seu aparelho mental.

Torne-se o espectador da novela da sua vida, não seja o diretor, pois ele pode acabar gostando de controlar e  fortalecer o ego. Coloque-se como espectador, como se essa novela não fosse sua, e você apenas a assistisse, sem qualquer vínculo, qualquer identificação mental. A mente, distorce, e amplia o problema, através dos filtros.

No Yoga dizemos que precisamos escolher se queremos ser Kami ou Yogues de fato.

O Kami está na frequência AM, ele quer fazer tudo com interesses pessoais. O ego está no comando, ele sempre pergunta:

“O que vou ganhar com isso? Como posso fazer isso do meu jeito? Tenho que mudar isso ou aquilo do meu jeito.” Repare quando você não oferece o que o outro, interessado em manter o controle dos resultados, deseja receber de você. Como ele age.

Os Yogues estão na frequência FM. Eles aproveitam todas as experiências inteligíveis para saber sobre si e sobre o eterno, e através do autoconhecimento, transmitem com gratidão, o melhor aos seus companheiros, eles não estão interessados em ganhar algo, tirar algo, somente procuram ser melhor para os outros, melhorando a si mesmo e entregando os frutos de todas as ações à soberania de Deus.”

                                                 Kátia Erbiste, Yoga e Espiritualidade

Viva sem ter que viver…

Aprecie sem ter que apreciar…

Ame sem ter que amar…

O ter que fazer é uma jaula de impeditivos…

Você não tem que fazer para… Você se inspira a agir e essa ação é espontânea e total, despido de condições e projeções. Vem de um espaço sagrado do seu masculino ou feminino, um espaço adorável que só quando deixamos as vestes que descrevem um gênero marcado pelos rótulos, podemos verdadeiramente nos revelar e viver, apreciar e amar sem ter que demonstrar uma identidade, pois sem definições nós somos livres! Assim, já somos rasos e profundos com tamanha beleza, sem controle do próximo movimento. Já somos inteiros!
Você não tem que dançar, a vida já é uma dança, mas você está dançando também com ela, ou você nesse momento está controlando os seus passos, tentando entender como se dança por ter que dançar? Essa energia é de resistência aos movimentos da vida!

A vida é uma dança linda e sem passos marcados, é CRIA-ATIVA! E ela está acontecendo só AGORA!

Continue dançando livre com cada ser que vier desenhar o seu dia! Lembre-se, raso ou profundo, para dentro ou para fora, ambos merecem essa sincronia. Assim o equilíbrio, a harmonia prevalece em qualquer ocasião, pois quando você tem que e para que… Você não está vivendo de um espaço seu e seguro de vitalidade e criatividade. Você também não cria esse espaço para o outro.

Se não souber dar o próximo passo, “pare um pouco”, às vezes é só isso o que lhe dará essa harmonia e depois outra coisa virá, e assim dançando dentro ou fora, há movimento, e a dança cósmica continuará. As batidas do universo batem dentro de você!

Não fique na cabeça tentando acertar. Você sendo cria maravilhas! Sem o diálogo mental do tenho que, é mágico, porém sair desse looping requer de você a escuta, do seu feminino para se escutar e se acolher antes de ir para fora e dançar criativamente com o movimento do seu masculino.

Um dia em harmonia com o seu espaço sagrado e cheio de potência!
Com carinho, Kátia Erbiste

Não exclusão.
Como seria refletirmos sobre essa tendência nascida do auto interesse que exclui achando que algo está resolvido?
A exclusão se tornou algo fácil, um estímulo sentimental de alívio, vitória, de mais espaço entre as pessoas. Uma distância confortável que merece ser estudado por uma ótica mais ampla. Vamos olhar a exclusão e o distanciamento que são as atitudes mais comuns no dia a dia em vários seguimentos.
Somos presas fáceis quando acessamos por mais de 5 minutos o feed de noticias da rede, onde “causos” em diversas áreas e blá, blá, blá, criam um envolvimento e não percebemos que o tempo passou, e nos distanciamos de nós, da consciência.
Quando entramos nessa linha de visão incoerente com a consciência que inclui, caímos no abismo do vazio e buscamos preencher de coisas que só enchem o espaço reservado para mais separação, auto interesse, exclusão, por incluir o que depois teremos que rejeitar. É um vício comportamental e aumentou com a IA inteligência artificial.
E se você não precisasse mais ter que pedir um tempo para se interiorizar? E se o seu saber a todo instante lhe colocasse a ver tudo sem ter que excluir para ser? Quanto auto interesse estaria lhe afastando de você?
Se ao recebermos uma informação de fora, não nos alinharmos e nem reagirmos, não ressoaríamos, não nos prenderíamos à sentimentos, que inibe o saber. Os sentimentos são utilizados por você para sair da consciência, da plenitude, da graça!
Validar tudo pelo sentimento é se emaranhar ao já existente no campo emocional e isso mantém o vício comportamental. Não criamos espaço para ver o que está acontecendo sistemicamente. Ver tudo como é, sem meu ponto de vista condicionado.
Todo esse sistema onde você está na situação requer um olhar amplificado. O auto interesse te coloca no centro do sistema e não abre espaço para que todos interajam com você ,abrindo a visão dos fenômenos que estão além das causalidades. Por isso , muitos só conseguem resolver uma questão depois de um tempo, quando enxergam todo esse sistema criado, enxergando pela consciência, sem julgamento, sem exclusão, incluindo cada possibilidade que existe e permitindo que o movimento aconteça sem o seu controle.
Observar sem reagir é uma chave, um treino intensivo e diário.
Um exercício é caminhar e observar tudo sem nomear, julgar, comparar, rejeitar, sem tempo, idade, rótulos. (É o amor que observa)
É o exercício da apreciação desinteressada.
Só observando e participando passo a passo no momento presente.
Não nos excluímos, não nos distanciamos mais do agora.
Esclarecendo a não exclusão:
A consciência não exclui, sabe como age diante dos fatos. Se você exclui alguém estará se excluindo também! Estamos conectados.
Bloquear, cortar, limar, vazar, esses termos do eu autocentrado só fazem o distanciamento aumentar. Se algo ruim aconteceu e você não consegue lidar, arrume um lugar no seu coração e inclua essa pessoa ou situação aí. Deixe que o amor crie movimento, dê espaço para isso.
A habilidade de acomodar as pessoas e situações no seu coração enquanto o caos estiver presente é um valor chamado kshanti.
Eu aprecio esse ensinamento que recebo com esse caos e solto a necessidade de ter que ser o centro disso. Eu confio no saber que há em cada um de nós em alinhamento com o saber Universal. Não há nenhuma necessidade de provar nada e nem rejeitar nada, o que fica é a pergunta que me traz maior consciência. Que lição está disponível? Que consciência está disponível?
Nos permitimos ir além do sentimento para ver um horizonte.
Percebe a energia disso? Se expande ou contrai?
Consciência expande, verdade expande.
Inclua e edifique.
Um dia com kshanti! 💖
Kátia Erbiste
Você tem percebido no dia a dia se está vivendo um jogo relacional?
O que seria isso?
Quando nos relacionamos, seja em qualquer ambiente, familiar, profissional, individualmente, o importante é perceber se estamos no jogo relacional como as peças ou observando todo o jogo de luzes e sombras que surgem.
Observando à identificação que você tem e que ressoa com a pessoa.
Numa situação a pessoa que estiver jogando com você reagirá
à um desses dois viés. Se você escolher se relacionar com a sombra e viver resistindo, o ego prevalecerá, e você terá que justificar isso com ações relativas. O ciclo então se repetirá. E para o outro aspecto também.
Utilizando tanto uma tônica luminosa ou sombria, ainda estariamos jogando.
E o que alimenta isso?
Algum nível de interesse.
Isso é um processo da mente.
A mente age por interesse.
Nesse ambiente ela pergunta: bem o que eu posso ganhar aqui?
O que pode funcionar se eu usar isso? Dois ou mais interesses estão jogando.
Há uma outra visão fora do jogo e requer um auto cuidado,(svadhyaya) auto estudo diário, que é olhar esse jogo interno e ir reconhecendo a dinâmica funcional da compensação.
Bate e rebate.
Bom e ruim.
Luz e sombra.
Dar e receber.
Porém tudo está na esfera dual, foram fundações, as identidades que são geradas pela mente para a sobrevivência junto ao medo da cercania. Um medo implantado, assim como o medo do abandono, rejeição, culpa, de parar, vergonha etc.
Essa visão vem desse reconhecimento de acolher a atual realidade e verificar o nivel de autocentramento que desencadearam as imagens distorcidas que sustentam esse centramento.
Buddha dizia que a cobiça e a aversão são as bases para viver em sofrimento.
Pare um instante e observe onde tem estado em cada ambiente.
Como tem sido para você com alguém específico onde ultimamente as sombras sobrepõem os aspectos luminosos e curativos do ser que pode ver além das camadas.
A meditação nos auxilia nessa prática de svadhyaya, nessa cura íntima afim de revelarmos cada vez mais o Ser Real livre de sofrimento, ao se desidentificar da mente.
Observar a tela mental sem reagir a nenhuma invenção mental dá ao meditador mais espaço para viver livre todas as relações, a começar pela interior. O reflexo será notado, pois quem estiver ressoando perceberá.
Você atrai o que alimenta.
Quem espera recompensa, reconhecimento, ainda não reconheceu em si, os seus reais valores.
Pergunte sempre para você, eu vivo reconhecendo ou julgando?
Eu vivo me inspirando ou me ofendendo?
É gratificante se conhecer e deixar o amor tomar conta de tudo. Os jogos são liberados , interesses de retorno também, e seguimos a vontade de alma leve e despretensiosamente.
Daí se pergunta o seguinte: Ao invés de : o que ganho com isso?
Dizemos: que presente estou sendo nessa relação em verdade comigo?
Amor e leveza! ❤
Katia Erbiste
Enquanto caminhamos nessa vida, milhares de impressões são registradas e armazenadas na mente criando a realidade de acordo com boa parte desse acervo.
Muitos seres se liberaram do (círculo). Podemos viver nele sem estarmos aprisionados. Esse círculo podemos chamar de realidade dual e polarizada por conta dos intrincados links mente/corpo.
Esses seres ativaram um viver de comunhão a partir da profunda conexão com a Fonte. Adotaram a verticalidade como diretriz para esvaziar todo o conteúdo recebido. O termo ir para “fora do círculo”, representa ir para fora do condicionamento partindo para um novo caminho onde o desconhecido se encontra em toda a parte. Tudo lá está fresco e novo!
Dentro do círculo, o conhecimento vem e depois ele precisa ser liberado. Esse liberar ocorre sem controle, sem formatações, significados, sem gerar mais identificações.
O desconhecido é o espaço no qual o seu saber aflora, o conhecido é onde o velho conteúdo perpetua.
São tantos meios de conhecer Deus, de ver Deus em ti, e em todos. Viver no círculo com a consciência de totalidade, em comunhão entendendo que tudo está dentro da ordem. E pela consciência de unidade , comungamos sem lutar contra ou a favor porque adotamos o potente exercício dhármico de oferecer as nossas ações para o bem de todos. Não importa se há uma incongruência ainda no seu mundo externo também. Tudo pertence a uma ordem e pode ser visto com a uma lente especial. Só depende de você.
Os manuscritos, livros diversos recheados de profundo conhecimento são alimentos para os buscadores. Esses conhecimentos auxiliam numa educação em todas as esferas do indivíduo. Mas por um certo tempo. Eles tem a sua importância, mas depois vem a pergunta fundamental. Afinal, quem sou eu?
Muitas experiências do lado de fora. E como seria eu ter a minha experiência direta?
No início de nossa jornada buscamos por segurança e nutrimos o desejo, para depois firmarmos um propósito, o dharma, que é a contribuição de sua monada, consequentemente o seu fractal de alma no mundo.
Muitos mestres que realizaram e viveram o quarto passo da vida , que chamamos de moksha, não estudaram muito, e quando estudaram, tiveram que soltar tudo. Nem tornaram significantes os seus títulos. Lao Tsé era calado, ao final de sua jornada foi pedido que escrevesse o Tao Te Ching. Colocou ali a sua experiencia, um legado de tamanha sabedoria.
Grandes sábios buscaram em seu íntimo o verdadeiro saber. A sabedoria mora em nós!
O conhecimento é transmitido oralmente de acordo com a tradição. E mesmo assim é como um empurrão, mas o caminhar é por conta de cada um, é seguir o seu saber, assim estamos nos referindo ao brinde que a vida interior traz com o desejo de beber da fonte pura de amor.
Prosseguir para fora do círculo requer vontade de alma, perseverança para abstrair os sentidos e acessar a esfera anímica de infinitas belezas.
Essa nova energia te convida a revelar o seu saber que não está nos fios emaranhados de sua memória cognitiva, está em sua biblioteca espiritual que só pode ser acessada com um mergulho em seu núcleo, para fora de qualquer zona de conforto, zona espacial condicionada.
A cada instante toda a graça te alveja, mas você pode estar pensando em algo, ou num tempo psicológico, ou lendo um livro, ou vendo um filme… E está tudo bem, mas ela insistirá, ela não desistirá de te arrebatar no instante em que você estiver nu, em que você escolher pular para fora do círculo, no momento em que escolher ser livre em sua totalidade! Abandonar o eu cheio de desejos, nomes, formas e títulos.
É realmente inebriante brindar com a graça, essa felicidade antes sonhada e sempre disponível!
Como sair do círculo?
Olhando para si!
Mente significa memória , o conhecido. A mente carrega o que é velho, há um acervo gigantesco sendo arrastado anos e anos. Ela é repetitiva e previsível, não cria originalmente, só a consciência expandida cria com originalidade. A consciência está sempre fresca, jovem, experimenta cada coisa criada com nova alegria.
Que deixemos de absorver e passemos a liberar.
De fora do círculo pode ser muito mais interessante a visão de você aqui, e quando você precisar voltar para dentro do círculo, voltar para a realidade, não estará mais absorvido, porque és livre e você sabe.
Crie um espaço diariamente para observar a sua respiração, seu ritmo, os movimentos dessa mente, ativando o observador, sakshi, a consciência de testemunha, presente, fresca, viva. A mente está entre você e a realidade . Ela está no meio interferindo uma visão límpida, liberta e plena de amor por toda a Criação. Vislumbres desse espaço livre e puro você pode ter experimentado em alguns momentos, e depois isso foi registrado tornando-se uma memória, uma saudade. Eis que ela, a mente, permanece intermediando tudo.
Eu adoro fazer essa prática.
Experimente por uma semana.
A cada dia reserve um período da manhã, à tarde ou à noite para se afastar de aparelhos, de qualquer distração para a mente. Respire profundamente elevando os braços, ao inspirar e abaixando os braços, ao expirar.
Esteja presente com a sua respiração, o ar tocando as narinas nesse processo de inspirar e expirar. Deixe o movimento seguir o ritmo da sua respiração. Perceba que só esse movimento te oferece mais espaço e induz a mente a soltar o controle, deixe que cada gesto seja leve e natural, se permita receber desse momento, do seu próprio corpo…
Depois ao inspirar, busque ao elevar os braços essa energia e se permita banhar-se com ela…
Faça quantas vezes estiver funcionando para você.
Depois sente-se em uma cadeira ou no chão de forma adequada para que a sua respiração flua melhor.
A coluna se possível mais ereta ou se você sente incômodo, coloque um apoio atrás.
Entrelace seus dedos, observe mais um pouco a sua respiração, seu corpo todo conectado com ela e seu campo de energia pleno, você expandindo, expandindo… Expanda a energia, fique observando seu corpo sentado ali de fora, olhe para você, depois olhe para o fluxo metal, depois apenas olhe para o que é tudo isso! Não interprete, apenas aprecie…
Esse amplo espaço que te une a tudo que é… Viva essa conexão e traga essa vibração cósmica para o seu campo físico, deixe essa vibração tocar o seu coração e só saia assim que perceber um profundo amor e uma linda comunhão acontecendo. Sorria com o coração.
Fique presente, você é ❤, alongue-se e aprecie a sua respiração consciente durante todo o dia!
Vibre essas palavras.
Celebro com a graça!
Comungo com o Todo, me permitindo receber Seus presentes!
Sou livre, sou livre!!!

Gratidão! Por

Katia Erbiste
Namastê!